AVALIAÇÃO DO CONHECIMENTO DE PAIS OU RESPONSÁVEIS DE ALUNOS DE UMA INSTITUIÇÃO DE APOIO A PESSOAS COM DEFICIÊNCIA SOBRE O APROVEITAMENTO INTEGRAL DOS ALIMENTOS

Rachel Xavier Moreira, Eliene da Silva Martins Viana, Luciana Marques Cardoso, Simone Angélica Meneses Torres

Resumo


Aproveitar os alimentos integralmente, pode fazer com que as pessoas consigam suprir todas as necessidades de vitaminas e minerais, e assim possam ter uma alimentação saudável e adequada. Principalmente as famílias mais carentes e que possuem um portador de deficiência física ou intelectual. Diante disso, o objetivo desse trabalho foi avaliar o conhecimento de pais ou responsáveis de alunos de uma instituição de apoio a pessoas com deficiência sobre o aproveitamento integral dos alimentos. Para isso, foi aplicado um questionário em que as respostas eram sim ou não, e sobre a renda e escolaridade dos mesmos. Dentre os entrevistados, observou-se que a maioria possuía ensino fundamental, sendo a segunda maior parcela de analfabetos. Soma-se a isso, o fato de grande parcela dos entrevistados serem de baixa renda, recebendo até 1 salário mínimo por mês. Apesar da baixa renda, as famílias entrevistadas tinham acesso a verduras, legumes e frutas, mas a maioria não possuía conhecimento do aproveitamento integral, descartando as partes não convencionais, como talos e cascas, utilizando somente a polpa desses alimentos. Pode-se concluir que a escolaridade e a renda estão diretamente relacionadas ao conhecimento sobre o assunto e ao acesso a esses alimentos. Sendo importante fazer uma educação nutricional com essas pessoas para que elas aprendam utilizar os alimentos integralmente.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.