INOVAÇÃO NO BRASIL: INCENTIVOS E RESULTADOS

Weliton Rodrigues, Jansen Cardoso Pereira, Rodrigo Gava, Evandro Rodrigues de Faria

Resumo


Este artigo tratou o tema da inovação brasileira retomando  atualizando as contribuições do pensamento desenvolvimentista dos anos 50 e 60, onde as vias principais se fundamentavam na transição produtiva industrializadora e tecnológica do país. O debate foi retomado sob a ótica da inovação que determina a fronteira entre as nações avançadas e atrasadas industrial e economicamente no mundo. Focando as ações a partir da lei de propriedade industrial (1996), objetivou-se extrair as possíveis percepções dos esforços em inovação para inserir o Brasil na dinâmica tecnológica mundial.

Utilizou-se abordagem qualitativa com análise descritiva e exploratória. Os resultados mostram que apesar dos avanços, a realidade evidencia um baixo número de ‘resultados’ da inovação que se reflitam nas empresas e consequentemente na economia brasileira. O Brasil não se emancipou da dependência dos países hegemônicos tecnologicamente, ao invés disto, o país reforça sua marca de país exportador de commodities agrícolas e de extração mineral.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.